Notas teóricas sobre a “nacionalização” do marxismo: os casos do Seminário d’O Capital e do grupo Comuma

historia

ACESSE AQUI O PDF

Notas teóricas sobre a “nacionalização” do marxismo: os casos do Seminário d’O Capital e do grupo Comuma

Resumo: Partindo das formulações de Bernardo Ricupero e Luis Tapia acerca do que denominaram “nacionalizações do marxismo” no Brasil e na Bolívia, o presente artigo procura destacar seus pressupostos teóricos e suas potencialidades analíticas e políticas. Apresentamos dois exemplos que julgamos possíveis de serem interpretados sob esta ótica, o caso brasileiro do chamado Seminário d’O Capital e o caso boliviano do grupo Comuna. Ao final do texto, sistematizamos uma agenda de pesquisa que envolva as questões analisadas ao longo do artigo, tendo como objeto primordial o marxismo latino-americano.

Palavras-chaves: 1. Nacionalização do marxismo; 2. Seminário d’O Capital; 3. Grupo Comuna

Theoretical notes on the “nationalization” of Marxism: The “Seminário d’O Capital” and the Comuna Group cases

Abstract: This paper starts from the discussion posed by Bernardo Ricupero and Luis Tapia on what they called “nationalizations of Marxism” in Brazil and Bolivia in order to highlight their theoretical assumptions and their analytical and political potentials. We presented two examples, which we believe are possible to be interpreted from this point of view: the Brazilian case of “Seminário d’O Capital” and the Bolivian case of the “Comuna” group. At the end of the text, we systematized a research agenda involving the issues addressed in the article, aiming primarily at Latin American Marxism.

Keywords: 1. Nationalization of Marxism; 2. Seminário d’OCapital; 3. Grupo Comuna

Participe da discussão sobre o artigo/edição acima.