Entrevista com Fernando Rosas: “a revolução portuguesa foi contida, mas não derrotada”

historia

ACESSE O ARTIGO EM PDF

A revolução portuguesa foi contida, mas não derrotada.

Resumo: entrevista com o historiador português Fernando Rosas, um dos mais importantes analistas da política portuguesa contemporânea. Ativista desde os tempos da luta contra o salazarismo e ex-deputado pelo Bloco de Esquerda, Rosas concedeu esta entrevista em junho de 2013, e analisou o passado e o presente da Revolução dos Cravos, bem como traçou tendências para o futuro social e político da Europa.

Palavras-chave: 1. Fernando Rosas; 2. Revolução dos Cravos; 3. Salazarismo.

 

The Portuguese revolution was contained, but not defeated.

Abstract: An interview with the Portuguese historian Fernando Rosas, one of the most prominent analysts on the Portuguese contemporary politics. Being an activist since the democratic struggles against Salazar’s dictatorship, and a former deputy of the Bloco de Esquerda, Rosas gave this interview in June 2013, analyzing the past and the present of the Carnation Revolution and delineating some tendencies regarding Europe’s social and political future.

Keywords: 1. Fernando Rosas; 2. Carnation Revolution; 3. Salazarism

Participe da discussão sobre o artigo/edição acima.