Movimentos sociais e Reforma Agrária: um balanço crítico dos governos Lula e Dilma

Movimentos Sociais

Marcos Barreira

ACESSE O ARTIGO EM PDF

Resumo: O presente artigo é parte de um estudo mais amplo sobre as transformações recentes nos setores produtivos do campo brasileiro e suas consequências sociais e ecológicas. Além de elencar as modificações da estrutura agrária, faz – se um balanço das políticas de reforma agrária dos governos Lula da Silva (2003 – 2010) e Dilma Rousseff (2011 – 2014), analisando a reação dos movimentos populares, especialmente o Movimento Sem Terra (MST), à ofensiva do agronegócio e ao esvaziamento do debate sobre a justiça social no campo.

Palavras – chave: 1. Movimentos sociais; 2. Reforma agrária; 3. agronegócio.

Social Movimets and Agrarian Reform: a critical assessmet

Abstract: This article is part of a more comprehensive study about the recent transformations in the productive sectors of the Brazilian countryside an d its social and ecological consequences. Besides mentioning the changes in the agrarian structure, it assesses the policy of agrarian reform of Lula da Silva (2003 – 2010) and Dilma Rousseff (2011 – 2014) governments and analyzes the reaction of the people’s movements, especially the MST (Landless Workers Movement), towards the offensive of the agribusiness and the increasing lack of content in the discussion on social justice in the countryside

Keywords: 1. Social movements; 2. Agrarian reform; 3. Agribusiness

Participe da discussão sobre o artigo/edição acima.