Se Marx tivesse escrito uma ontologia da sociedade, quais seriam seus elementos fundamentais?

Teoria-e-filosofia

ACESSE AQUI O PDF

Se Marx tivesse escrito uma ontologia da sociedade, quais seriam seus elementos fundamentais?

Resumo: Embora inspirados por motivações muito diferentes, György Lukács (na sua Ontologia do Ser Social) e Roy Bhaskar (em The Possibility of Naturalism) explicitaram os contornos mais relevantes da ontologia subjacente à teoria social de Marx. O artigo propõe-se a apresentar alguns dos elementos definidores de tal ontologia, destacando particularmente as seguintes determinações: a teleologia, que distingue a atividade humana; o conhecimento e o valor como determinações objetivas da sociedade; o caráter estruturado do mundo social; a categoria da totalidade; e a historicidade, caracterizada a partir da noção de lei como tendência, da categoria do desenvolvimento e do desenvolvimento desigual.

Palavras-chave: 1. György Lukács; 2. Marxismo; 3. Ontologia

 

Had Marx written an ontology of society, which would be their fundamental elements?

Abstract: Although inspired by very different motivations, Geörgy Lukács (in his Ontology of Social Being) and Roy Bhaskar (mainly in The Possibility of Naturalism) attempted to unveil the key elements of the ontology underlying in Marx’s social theory. This article aims to present some of the defining elements of such an ontology, highlighting the following determinations: teleology, which is unique to human activity; knowledge and value taken as objective determinations of society; the structured character of the social world; the categories of totality; and historicity, characterized by the notions of law (understood as a tendency), development and unequal development.

Keywords: 1. György Lukács; 2. Marxismo; 3. Ontology

Participe da discussão sobre o artigo/edição acima.